Joias da Locadora #1 – A Outra Face

[Nicholas Cage + John Travolta] x John Woo = classicaço das estantes de filmes de ação 

Pôster oficial de A Outra Face.
Pôster oficial de A Outra Face.

Ver Nicholas Cage em um pôster não é exatamente uma segurança de que um filme será bom. John Travolta, que ainda tem algum crédito pelo sua fase dançante e por Pulp Fiction, também não vinha com um retrospecto muito positivo na época em que John Woo o delegou o papel principal de A Outra Face. Mas foi a aposta do diretor nos dois atores que gerou esse belo exemplar de filme de ação.

Obviamente não estamos falando de uma “Monalisa” da sétima arte, mas A Outra Face merece seu espaço na memória dos cinéfilos. O enredo – clássico filme de policial infiltrado caçando um bandido infiltrado – tem um diferencial maneiro: o mocinho e o vilão trocam de faces! Esse elemento do plot exige que Travolta e Cage troquem de papel e mostrem o seu potencial como atores. E eles não decepcionam: a cena final em que os dois se confrontam é memorável!

Até hoje, os efeitos visuais de A Outra Face dão conta do recado: a troca de faces é convincente e as cenas de ação são o puro creme da galhofa que o gênero pede. Na minha modesta opinião, esse é o melhor filme de Woo em Hollywood. Ele também dirigiu Missão Impossível 2 e, ainda na China, o cultuado Bala na Cabeça. Talvez seja uma boa porta de entrada para a obra do diretor, conhecido pela violência frenética e bem construída em sua obra.

Apesar de não ser considerado uma obra de arte pela academia, A Outra Face reinava absoluto na locadora. Uma premiação mais do que justa para um filme que não pretendia ser muito mais do que isso.

Ficha técnica:

A Outra Face, dirigido por John Woo (1997). 138min.

Escrito por: Mike Werb e Michael Collery

Esse é o primeiro post de uma série chamada Joias da Locadora, que se propõe a revisitar aqueles clássicos nunca premiados mas sempre vivos na memória de quem frequentou esses ~~templos do cinema. 

Daniel Schiavoni

Jornalista em formação. Fã de Woody Allen, Stalone, Miles Davis e Molejão. É ligado em política, filosofia, Sessão da Tarde e trocadilhos cretinos.