Emperor anuncia retorno

Lendas do black metal farão alguns shows em 2017, comemorando 20 anos de álbum

emperor_anthems_(big)[1]

Uma das principais bandas da história do black metal está de volta: o Emperorpor meio da empresa que gerencia a banda, anunciou nesta sexta-feira (12) sua volta aos palcos. Serão shows esporádicos comemorando os vinte anos do álbum Anthems to the Welkin at Dusk.

Ainda não há detalhes sobre as apresentações e nem por onde eles passarão, mas os noruegueses enfatizaram que não é um retorno definitivo da banda. “Nós retornaremos em 2017 para algumas poucas performances exclusivas, tocando o álbum “Anthems To The Welkin At Dusk”. O primeiro show confirmado será no Brutal Assault Festival, na República Checa”, diz a nota, publicada no Facebook da Photograve Management.

O Emperor encerrou as atividades oficialmente em 2001, após dez anos fazendo música. Eles retornaram para apresentações comemorativas entre 2005 e 2007, depois entre 2013 e 2014. IhsahnSamoth Trym permanecem com projetos paralelos e carreira-solo desde então.

Na década de 90, a banda esteve afiliada ao infame Inner Circle, composto por integrantes de bandas de black metal que queimaram igrejas católicas na Noruega. Samoth foi condenado à 16 meses de prisão, e Bård Faust, ex-baterista, foi preso por assassinato. Já Ihsahn nunca se envolveu diretamente com nada disso e sempre se posicionou contra os incêndios criminosos.

Elyson Gums

Estuda jornalismo porque não deu certo como zagueiro. Gosta mais de batata do que de estudar, e assiste muito desenho e filme pastelão.