Carruagens de Fogo – Clássico Olímpico

Marcado pelo emblemático tema que viria a tornar-se presente em maratonas ao redor do mundo, Carruagens de Fogo, além de agraciar o compositor Vangelis com grande popularidade, se tornou marca dos valores ingleses. Premiado, relevante e imortal.

Poster do filme "Carruagens de fogo"
Poster do filme “Carruagens de fogo”

O percurso de Carruagens de Fogo se passa na terceira década do século XX, pouco após a primeira grande guerra. Cobre o ciclo olímpico e a preparação dos atletas britâncos para os jogos olímpicos de Paris em 1924. Especialmente dois deles: Harold Abrahams, interpretado por Ben Cross, é um velocista judeu que corre por honra pessoal e vive para quebrar as próprias marcas a qualquer custo; Eric Liddell (Ian Charleston), apesar de escocês, cresceu numa missão na China e por sua vez, se tornou um severo devoto da causa cristã e decido a usar o dom da velocidade em nome de sua fé.

Atritos sutis acentuam a rivalidade entre os competidores que vivem sob constante provação – íntima e pública. Os perfis de Abrahams e Liddell são traçados intercaladamente para evidenciar de onde tiram as suas forças, e em decorrer de suas mais profundas motivações – como alcançam a excelência esportiva e pessoal.

Vencedor de quatro Oscars¹ e indicado à outras três categorias², trata-se de um clássico consolidado, que também serve como registro e estudo do esporte na história. Carruagens de Fogo questiona a percepção pública sobre o atleta profissional, que vive pressionado por instituições, público e sobretudo, por eles mesmos. O contraste entre Abrahams e Liddell quebra a barreira das crenças, é sobre como duas pessoas distintas entendem a vida e sua aptidão para uma mesma atividade, no caso, o atletismo.

¹Melhor filme, Melhor Roteiro Original para Colin Welland, Melhor Figurino para Milena Canonero e Melhor Trilha Sonora para Vangelis.
²Melhor diretor para Hugh Hudson, Melhor ator coadjuvante para Ian Holm e Melhor edição para Terry Rawlings.

Confira o trailer:

Gabriel Caetano

Bacharel em Comunicação Social pela Faculdade Pitágoras de Divinópolis-MG. Gabriel Caetano é publicitário, fotógrafo e cronista de cinema. Apaixonado por arte, futebol e cultura latina.